Palestrantes Confirmados

Prof. Dr. André P. de Assis (Conferência Pacheco Silva)
Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade de Brasília (1980) e doutorado em Engenharia Civil pela Universidade de Alberta, Canadá (1990). É Professor Titular do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade de Brasília desde 2001. Realizou estágios pós-doutorais na Universidade de Nevada, Reno (UNR), EUA (1996-1997) e no Instituto Federal Politécnico de Lausanne (EPFL), Suíça (2005-2006). Foi presidente (2001-2004), membro do conselho executivo (1995-2007) e coordenador do Comitê de Educação e Cursos de Formação, ITACET (2007-2013), da International Tunnelling and Underground Space Association (ITA). Também foi presidente (1998-2002) do Comitê Brasileiro de Túneis (CBT) e da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS), de 2003 a 2006. Foi editor da Soils & Rocks International Journal, ABMS e SPG (2012-2014). Tem experiência e atua como pesquisador e consultor nas áreas de Mecânicas das Rochas, Obras Subterrâneas, Barragens e Gestão de Riscos Geotécnicos. Já orientou mais de 60 dissertações de mestrado e 25 teses de doutorado, e publicou mais de 250 artigos técnico-científicos
Norbert R. Morgenstern (Conferência Victor de Mello)
Norbert Rubin Morgenstern é professor universitário de engenharia civil e engenheiro geotécnico mundialmente reconhecido.
O Professor Morgenstern nasceu em Toronto, 1935, e graduou-se pela University of Toronto em 1956, como engenheiro civil. Após um curto período na prática profissional, Norbert Morgenstern foi para Londres estudar Mecânica dos Solos no Imperial College of Science and Technology, na University of London.
Após alguns anos de estudo, o famoso líder do grupo geotécnico do Imperial College, Prof. A. W. Skempton, o convidou para se juntar ao grupo como Pesquisador Assistente e em 1960 ele tornou-se parte efetiva daquela universidade como “Lecturer”. Neste período como professor, Prof. Morgenstern obteve o título de Doutorado pelo Imperial College. Conduziu várias pesquisas e passou a atuar como consultor em obras geotécnicas.
A University of Alberta convidou e insistiu para o Dr. Morgenstern retornar ao Canadá, o que ocorreu em 1968 como Professor em engenharia civil. Ainda hoje o prof. Morgenstern está ligado a University of Alberta como Professor Emérito.
A primeira pesquisa do Prof. Morgenstern foi o estudo da estabilidade de taludes e como isto poderia ser aplicado na análise de escorregamentos e projetos de barragens. Esta primeira pesquisa foi premiada em duas ocasiões pela British Geotechnical Society. Os frutos desta pesquisa rapidamente ganharam aplicação no campo profissional.
Dr. Morgenstern, seus colegas e alunos estabeleceram a base teórica para o estudo da engenharia de “permafrost” (solos permanentemente abaixo de 0º C), o que influenciou diversos aspectos dos projetos geotécnicos no Ártico. Ao mesmo tempo, seus estudos dos aspectos geotécnicos das areias e arenitos betuminosos (Alberta oil sands) contribuíram significativamente na otimização, segurança e economia da exploração mineral, bem como das barragens de rejeitos, melhorando, assim, as condições ambientais da atividade mineradora em todo o mundo.
A fantástica contribuição do Prof. Morgenstern não se restringe apenas a suas aulas e pesquisas (mais de 300 artigos técnicos), mas também como engenheiro consultor. Ele atuou como consultor de estudos de escorregamentos, projetos de abastecimento de água e em mineração em mais de 20 países por 6 continentes. Ele colaborou na transferência tecnológica para países em desenvolvimento por meio da ONU e suas agências. Prof. Morgenstern tem trabalhado em diversos projetos no Ártico, em projetos de fundações e também em mineração nestas últimas décadas.
O reconhecimento da vida profissional pode ser parcialmente medido pelos diversos títulos e homenagens recebidas. Dentre elas destacam-se: Membro da Royal Society of Canada, Academy of Sciences (1975); Dr. Honoris Causa em Science and Engineering, University of Toronto (1983); Membro da Canadian Academy of Engineering (1988); Dr. Honoris Causa em Science and Engineering, Queen’s University (1989); Membro estrangeiro da Royal Academy of Engineering, Reino Unido (1996); Membro da Canadian Society of Civil Engineers (1997); Queen’s Golden Jubilee Medal, Governor General of Canada (2002); H. Bolton Seed Medal, American Society of Civil Engineers (2011); Queen’s Diamond Jubilee Medal, Governor General of Canada (2012), entre tantos outros.
Em 1981, Prof. Morgenstern foi convidado para proferir a Rankine Lecture, que é o maior reconhecimento da British Geotechnical Society e da comunidade internacional.
Prof. Morgenstern teve uma vida dedicada à excelência da engenharia geotécnica, combinando o ensino, a pesquisa e a prática. Sempre admirado por seus alunos, atuais e do passado, bem como por todos os colegas de profissão.
Este ano, a Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnia conjuntamente com a Sociedade Portuguesa de Geotecnia têm a honra de receber o Prof. Morgenstern para nos brindar com a 6th Victor De Mello Lecture.
Eduardo Alonso (Rankine Lecture)
Eduardo Alonso é professor de Engenharia Geotécnica na Escola de Engenharia Civil da UPC desde 1986. Ele foi decano da escola e vice-reitor de pesquisa na UPC.

Os principais interesses de pesquisa concentraram-se na análise estocástica da heterogeneidade do solo, mecânica dos solos não saturados, mecânica das rochas, análises termo-hidro-mecânicas acopladas e interações químico-mecânicas.

Prof. Alonso manteve ao longo dos anos um interesse especial nos fenômenos de deslizamentos de terra, um assunto fascinante que recebe atenção na geologia de engenharia, na mecânica das rochas e na mecânica dos solos. Recentemente, ele contribuiu para o desenvolvimento de novas técnicas computacionais, particularmente o “Material Point Method” , capaz de abordar os aspectos estáticos e dinâmicos da instabilidade dos deslizamentos de terra.

Prof.Alonso proferiu palestras em muitos países e também atuou como consultor em vários projetos de engenharia geotécnica em diversos países. É membro da Real Academia de Engenharia da Espanha e foi editor da revista Géotechnique da ICE. As palestras de honra anteriores incluem as conferências Coulomb, Buchanan, Sowers, Croce, Heim, Kezdi, Manuel Rocha, BGA Touring, Rankine e Leonards.

José Ilídio
José Ilídio Ferreira, 62 anos de idade, licenciado em engenharia civil pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto em 1977. Frequentou em 1997 um Programa de Direção de Empresas da AESE (Escola de Direção e Negócios). Possui 37 anos de experiência profissional na área da exploração dos aproveitamentos hidroelétricos da EDP e é atualmente responsável pela Área de Segurança de Estruturas. Em representação da EDP é membro da Comissão Nacional Portuguesa das Grandes Barragens, da Comissão de Segurança de Barragens, da Comissão de Regulamentos de Barragens e da Comissão Organizadora dos Cursos de Exploração e Segurança de Barragens promovidos anualmente pela Agência Portuguesa do Ambiente.
Laura Caldeira
Laura Caldeira tem o Doutoramento e a Agregação em Engenharia Civil e a Habilitação para o Exercício das Funções de Coordenação Científica no Laboratório Nacional de Engenharia Civil. É Investigadora-coordenadora e Diretora do Departamento de Geotecnia do LNEC, com especialização nas áreas de Geotecnia, Engenharia Sísmica, Segurança e Gestão do Risco de Barragens. É membro da Comissão de Segurança de Barragens da ICOLD. Tem uma vasta experiência em consultoria do projeto, construção e avaliação de segurança de barragens de aterro, e na aplicação de abordagens informadas pelo risco na gestão da segurança de barragens.
Nick Barton
Nick Barton was born in England in 1944. He was educated in the University of London from 1963 to 1970: with B.Sc.(hons) in civil engineering from King’s College, and a Ph.D. in rock slope stability from Imperial College. He worked in NGI, Oslo from 1971-1980, and from 1984-2000, when he was a division director for 5 years and Technical Advisor for 10 years. From 1981-1984 he was manager of Geomechanics at TerraTek in Utah, USA. He was a visiting professor in the University of Luleå in Sweden, and in São Paulo Polytechnic University in Brazil in the nineteen-nineties. In 2000 he established the international consultancy Nick Barton & Associates in Norway. He is author and co-author of 310 papers, and has written two books. The first in 2000 was to develop the QTBM prognosis, the other in 2006 was to link rock quality and seismic attributes of rock masses at all scales. In 1973 he developed the Barton shear strength criterion linking joint roughness JRC and joint wall strength JCS, subsequently incorporating the gravity tilt test for calculating JRC. He is co-developer of the Barton-Bandis criterion for modelling coupled rock joint behaviour, published in 1982. In 1974 he developed the Q-system for characterizing rock masses and for selecting single-shell tunnel and cavern support. This was updated in 1993 with Grimstad to incorporate S(fr). He has consulted on several hundred rock engineering projects in 38 countries during the last 45 years, involving hydropower and metro tunnels and caverns, large dams, nuclear waste research, rock stress measurement, and jointed reservoir behaviour. He has ten international awards, including the ISRM 6th Müller Lecture in 2011. He is an honorary doctor of University of Cordoba, Argentina, and a Fellow of ISRM.
Eraldo Luporini Pastore

Geólogo (UNESP, 1974). Mestre e Doutor em Engenharia Geotécnica (EESC-USP, 1991). Especialização no Laboratoire Central des Ponts et Chaussées de Paris (1982). Pós-Doutorado na Universidade de Sherbrooke, Canadá (1998). Pesquisador do Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo (1974 -1994). Professor de Geotecnia na Universidade de Brasília (1994 -2004). Diretor do Instituo de Engenharia (2006). Professor de Geotecnia de Obras Subterrâneas do Curso de Pós-Graduação de Engenharia de Túneis da Faculdade Redentor (2013-2017). Consultor em projetos e construção de obras de infraestrutura (Túneis, Barragens, Obras de Contenção, Ferrovias, Rodovias, Canais), no Brasil e no Exterior (Republica Dominicana, Guatemala, Equador e Peru). Experiência em Arbitragens e Perícias. Membro do Painel de Consultores do Banco Mundial da Secretaria de Recursos Hídricos do Ceará (2007-2009), da Comissão Técnica de Barragens de Enrocamento com Face de Concreto e Núcleo Asfáltico do Comitê Brasileiro de Barragens, da Comissão de Soft Rocks da Associação Internacional de Mecânica das Rochas, do Portal da Geotecnia e do Conselho Editorial da Revista Fundações e Obras Geotécnicas. Diretor da WRC Consultoria Empresarial (2000-2017).

Ana Paula Carvalho Ribeiro
Chefe de Projeto
anapaulacarvalho@gt5.com.br
Skype ID: APCarvalho_GT5

Salvador: +55 (71) 2102-6600

Carlos Henrique de A. C. Medeiros

Eng. Civil pela Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia. (UFBA) – Graduado em 1975, M.Sc. em Geotecnia, Escola de Engenharia de São Carlos / Universidade de São Paulo – USP. Conclusão: 1985 e Ph.D. in Geotechnical Engineering, University of Newcastle upon Tyne (Inglaterra) – Período: 1990 – 1994. Ex-Professor Titular das Disciplinas: Fundações e Obras de Terra, Barragens de Terra e Mecânica dos Solos e Tópicos Especiais de Geotecnia (Geotecnia Ambiental). UEFS – Universidade Estadual de Feira de Santana. Período: 1981 – 2013. Vice- Presidente da ABGE – Associação Brasileira de Geologia de Engenharia, Núcleo da Bahia. Período 2010-2012. Presidente CBDB – Comitê Brasileiro de Barragens, eleito para o período: 2017 – 2020, Coordenador da CT-02: Comissão Técnica de Segurança de Barragens do CBDB – Comitê Brasileiro de Barragens, eleito para o período: 2014 – 2017, Representante do CBDB na Comissão Internacional do ICOLD/CODS – Commission on Dam Safety, eleito para o período: 2014 – 2017, Membro Conselheiro do CREA-BA, período 2004 – 2005. Representante Regional da Associação Brasileira de Geologia de Engenharia e Ambiental – ABGE (2016 – 2018).

Realização

Apoio

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Prata

Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Estanho

Secretaria Executiva e Agência
de Turismo Oficial